O Universo de Floris Kaayk

Tom Van Vliet
A obra de Floris Kaayk foca conceitos e fantasias futuristas, visualiza o progresso tecnológico, por vezes demonstrando as suas vantagens, mas também as suas consequências negativas.
Floris Kaayk tornou-se conhecido com os seus semi-documentários de ficção The Order Electrus e Metalosis Maligna. Os seus filmes de animação receberam diversos prémios internacionais. Em 2011, The Origin of Creatures foi seleccionado como participação holandesa nos Prémios da Academia na categoria de Melhor Curta Metragem de Animação. No mesmo ano, Kaayk foi notícia devido aos diversos vídeos publicados nas redes sociais no weblog do seu alter ego, Jarno Smeets, que afirmava ser o primeiro ser humano capaz de voar como um pássaro. Diversas estações de televisão internacionais usaram imagens destes vídeos nos seus noticiários.
Outro dos seus projectos foi Rayfish Footwear (2012), uma empresa fictícia e loja online que convidava pessoas a cultivar os seus próprios ténis personalizados usando pele de raia geneticamente modificada. Uma narrativa cuidadosamente preparada era distribuída através de diversas plataformas media, nas quais provou ser suficientemente credível para um grupo de fiéis seguidores, que acabaram por ficar desiludidos quando a verdade foi revelada.
O projecto experimental online The Modular Body (2016 – 2019) visualiza o futuro no qual um protótipo do corpo humano foi desenhado e criado usando impressão em 3D e tecnologias de cultura de células. Os vídeos que apresentam o personagem central, Oscar – um Homem Modular protótipo criado com vários módulos de auto-montagem – são incrivelmente realistas. Neste projecto, Kaayk foi claro quanto à natureza fictícia das imagens, deixando espaço para as interpretações e crenças dos espectadores.
No recente festival STRP em Eindhoven, Floris Kaayk lançou o seu último projecto: Next Space Rebels. É um jogo inovador sobre a democratização do universo e a busca por uma internet independente.
As comunidades espaciais open source que desenvolvem foguetões e satélites a baixo custo desempenham um papel muito importante no jogo. O objectivo é trazer os foguetões para uma órbita mais baixa ao redor da Terra e transformar o espaço num novo domínio público.
Em 2014, Kaayk venceu o Prémio de Artes Visuais Volkskrant com os seus filmes de animação e semi-documentários. Em 2016, o seu vídeo para a canção Witch Doctor, da banda de rock alternativo De Staat recebeu diversos prémios, incluindo um Prémio de Vídeo Musical no Reino Unido e o Prémio Edison, um Prémio de Vídeo Musical europeu. Em 2016, The Modular Body venceu o Prémio Golden Calf no Netherlands Film Festival (Festival de Cinema da Holanda) na categoria de “Melhor Obra Interactiva”. Em 2017, Kaayk recebeu o prémio Witteveen+Bos para Arte e Tecnologia pela sua obra completa.

Detalhes

Local:MNAC
Horário:30 Ago, às 22:00
Duração:48’
Imagem: The Modular Body, Floris Kaayk

Tom Van Vliet

Holanda

Em exibição nesta Sessão: