[Inauguração] Mein Kampf, 2005

Artista convidado: Daniel Blaufuks

Desde a Idade Média os livros foram proibidos, fechados e queimados em praças públicas. Ainda hoje no sul dos Estados Unidos algumas comunidades incentivam a queima de livros e em muitos países existe um “índex” de livros não autorizados. Estão bem presentes ainda na nossa memória colectiva as imagens das fogueiras públicas em que foram queimados milhares de livros de autores proibidos pelo regime nazi. Na Alemanha é ainda proibida a publicação de Mein Kampf (A minha luta), o livro no qual Hitler explicava o que faria se fosse eleito. A sua eventual publicação com anotações e, em contrapartida, o fácil acesso ao texto através da internet são motivo de acesos debates. Será que os livros perigosos devem ser proibidos ou lidos e discutidos?

Este vídeo mostra apenas um livro a ser queimado e a desaparecer ao som de Robert Schumann, uma peça que supostamente o comandante de Auschwitz costumava tocar para as crianças e para os seus convidados ao fim de um dia de trabalho. Se ouvirmos com atenção, escutaremos aqui e ali a voz de Marlon Brando: “the horror, the horror”.

Detalhes

Local:Travessa da Ermida
Data/hora exibição:28 Agosto, às 21:00
29 Ago a 2 Set, das 14:00 às 18:00
Autor:Daniel Blaufuks
Ano:2005
Duração:10’ (loop)

Daniel Blaufuks

Portugal