FUSO

ANUAL VIDEOARTE INTERNACIONAL DE LISBOA

25 a 29 de Agosto de 2021

Criado em 2009, o FUSO é o único festival de videoarte que decorre ao ar livre em Lisboa, em espaços singulares como jardins e claustros de museus e palácios. Com entrada livre, o festival recebe artistas, curadores, público em geral, instituições portuguesas envolvidas nesta prática artística e ainda especialistas e responsáveis por coleções internacionais.

Uma programação de excelência propõe novas perspetivas da videoarte, revelando autores e obras contemporâneas, mas também apresentando peças históricas raramente ou nunca vistas em Portugal. Ao expor cruzamentos com linguagens de filme experimental, da performance, da fotografia e do cinema, o FUSO traz uma nova abertura à imagem em movimento do século XXI.

Uma competição nacional encoraja criadores e artistas a desenvolver propostas e a apresentá-las, via open call, atribuindo ao vencedor um prémio de aquisição pela coleção da Fundação EDP/MAAT. Um prémio incentivo é atribuído ao melhor vídeo, na escolha do público, pelo Ar.Co – centro de arte e comunicação visual.

Ao fomentar o pensamento crítico em torno dos novos meios e ao promover o enriquecimento do conhecimento e divulgação da arte em vídeo no panorama português, o FUSO contribui de forma significativa para a dinâmica da arte contemporânea nacional.

Na fronteira

'Na fronteira' é o mote norteador do FUSO 2021.

Físicas e digitais, geográficas e políticas, o termo "fronteira" está inevitavelmente associado a ideias contraditórias de pertencimento e exclusão, de liberdade e restrição, de proteção e defesa.

O festival quer ir além dessas simples dicotomias, desafiando curadores e artistas a pensar as fronteiras contemporâneas, sejam elas naturais, humanas ou virtuais. Ao fazê-lo, pretendemos promover discussões sobre nacionalismo, identidade, privacidade, barreiras físicas, rebelião, emancipação, conquista e o que está à margem, tendo como meio a videoarte.





~

OPEN CALL

OPEN CALL PARA TODOS OS ARTISTAS PORTUGUESES

OU ARTISTAS ESTRANGEIROS A VIVER EM PORTUGAL

ATENÇÃO: candidaturas prorrogadas até 7 de julho

REGULAMENTO
Condições Gerais

Um júri presidido por Margarida Chantre irá eleger o melhor vídeo.

A seleção prévia dos vídeos a concurso será da responsabilidade de Jean-François Chougnet.

Em 2021, a Fundação EDP/ MAAT mantém a parceria com o Open Call FUSO – Anual de Videoarte Internacional de Lisboa, através da atribuição do Prémio Aquisição Fundação EDP/MAAT para a escolha do júri da melhor obra, no valor de 2.500€.

O público será também convidado a votar nos vídeos pré-selecionados na sessão pública no Jardim do MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia a 26 de Agosto de 2021*. Ao(s) autor(es) da obra escolhida pelo público será atribuído o Prémio Incentivo Ar.Co - Centro de Arte e Comunicação Visual: uma bolsa de estudos para frequência de um ano letivo de "Projeto Individual" no departamento de Cinema/Imagem e Movimento da escola.

A seleção dos vídeos a concurso, bem como a atribuição dos prémios, será da inteira responsabilidade do FUSO - Anual de Videoarte Internacional de Lisboa. Das suas decisões não caberá recurso ou reclamação, sendo sempre e em qualquer circunstância inquestionáveis e definitivas.

O júri reserva-se o direito de não atribuir prémio se concluir pela inexistência de vídeos candidatos que preencham os requisitos de qualidade ou de conformidade com as exigências desta competição.

*Caso as restrições impostas no combate à pandemia COVID-19 impeçam a realização de uma sessão com público, a votação será feita online.

Prémios

ESCOLHA DO JÚRI

Prémio Aquisição Fundação EDP/MAAT no valor de 2.500€.

EDPMAAT

ESCOLHA DO PÚBLICO

Prémio Incentivo Ar.Co - Centro de Arte e Comunicação Visual. Uma bolsa de estudos para frequência de um ano letivo de "Projeto Individual" no departamento de Cinema/Imagem e Movimento da escola.

AR.CO

Condições de Participação

Podem participar todos os artistas portugueses a residir em Portugal ou no estrangeiro e artistas estrangeiros com residência em Portugal.

A candidatura também é válida para as duplas ou coletivos em que um dos membros cumpra os requisitos de ser português ou residente em Portugal.

Pode ser submetida mais do que uma candidatura, até um máximo de três, por cada artista ou coletivo devendo, no entanto, ser inscritas separadamente.
Para efeitos de visualização e seleção dos vídeos inscritos, estes deverão estar alojados numa plataforma web (blog; youtube; vimeo; etc). O respetivo link será inscrito na candidatura, bem como, a existir, a password de acesso, em campos próprios para o efeito.

Os vídeos enviados:

a) podem ser de autoria individual ou coletiva;

b) devem ter uma duração máxima de 10 minutos;

c) devem ter sido produzidos entre o ano de 2019 e 2021;

d) devem conter ficha técnica com os seguintes dados:
-nome do artista ou colectivo
-título
-duração da obra

Os artistas serão notificados por e-mail se o seu vídeo for selecionado a partir do dia 25 de Julho de 2021.

Em caso de seleção, será solicitada nessa data o envio imediato de:

a) vídeo(s) num dos seguintes formatos: MP4, AVI ou MOV, para projeção;

b) 2 a 3 stills do(s) vídeo(s) selecionado(s)

c) declaração de autorização de exibição do vídeo selecionado no FUSO – Anual de Videoarte Internacional de Lisboa

d) cópia do documento de identificação

Candidatura

ATENÇÃO: candidaturas prorrogadas até 7 de julho

A candidatura só terá validade se todos os campos do formulário estiverem devidamente preenchidos.

Os elementos constantes na candidatura não serão devolvidos.

Para mais informações, contactar:
duplacena@duplacena.com